Pati Costa: nossa criadora de tattoos fofuristas

A história da Pati Costa na tatuagem está muito entrelaçada à história do nosso estúdio. Apesar de já ter muitos anos de experiência trabalhando com arte, foi aqui que ela finalmente começou a transformar suas ilustrações em tatuagem. E com a chegada dela, começamos a montar nosso time de tatuadores fixos.

Antes de vir para o Porto, a Pati era professora de artes em São Paulo, no Brasil, e também trabalhava com design e ilustração. Ela já tinha um estilo tão próprio no papel que nos encantou! Nós sabíamos que ia ser questão de tempo até ela também encantar você.

A Pati Costa cria desenhos “fofuristas”, são desenhos fofos, delicados e totalmente personalizados. Conversamos com a Pati para saber como ela cria essas fofuras.

Tatuadora: Pati Costa

Como a arte entrou na sua vida?

A arte faz parte da minha vida desde a infância. Sempre foi minha disciplina favorita na escola, fiz cursos de desenho e pintura desde muito novinha e sempre tive o apoio e incentivo dos meus pais.

A papelaria era um dia meus sítios favoritos da cidade pequena onde eu morava quando criança 🙂 

Quando e como surgiu a curiosidade pela arte  da tatuagem?

Sempre achei lindo e fiz minha primeira tatuagem aos 21 anos. Durante muitos anos fui apenas cliente, mas era fascinada pelo processo todo, até que muitas pessoas começaram a perguntar se eu tatuava e quando eu dizia não, falavam que eu deveria. Mas eu não acreditava muito nessa possibilidade… Até que minha tatuadora de São Paulo – que eu sempre admirei – também me disse isso e eu realmente comecei a acreditar que poderia transformar meu estilo de ilustração em tatuagem e fui atrás disso. (Melissa ♡) 

Hoje você ainda trabalha com outros tipos de arte ou apenas tatuagem?

Eu trabalho também com ilustração e tenho uma marca chamada Ih!Lustrô. Faço ilustrações decorativas e vendo vários outros produtinhos ilustrados. 

Tatuagens fofas e exclusivas

Como é o seu processo de criação de desenhos exclusivos para tatuar?

Eu gosto de saber a história do cliente por trás da tatuagem, então gosto sempre de conversar um pouquinho antes, faço algumas perguntas e nesse momento as ideias começam a surgir. Peço referências que podem ser fotografias, desenhos ou alguma outra tatuagem para entender um pouquinho o que o cliente espera e busco minhas próprias referências dentro do meu universo ilustrado. 

Como você define seu estilo artístico?

Sou fortemente influenciada pelo universo lúdico infantil e sempre gostei de desenhar coisas fofas, delicadas, com olhinhos e bochechinhas vermelhas 🙂 

Tem algum tema preferido para desenhar ou tatuar?

Sim, adoro desenhar e tatuar animais fofinhos, são os meus favoritos. 

Tatuagem coelho cantor

 

De todas as tatuagens que você já fez, tem alguma preferida?

Tenho mais de uma preferida. Vou citar 4, mas não necessariamente nessa ordem, porque isso não consegui decidir ainda:

  • o Dinossauro baby que fiz na Larissa;
  • a menininha com o monstrinho e seus gatinhos que fiz no Gian;
  • o coelho de roupa que é um flash meu e
  • a caveirinha mais fofa do mundo com a tiara de flores que fiz na Maria. 

Alguma história por trás de alguma tatuagem que você fez tem marcou?

Mais de uma, com certeza. Mas a mais marcante foi a que teve mais participação minha. Foi uma homenagem que fiz para a Gi – que era minha cliente – tatuando o irmão dela, o Gian. (E que se tornou uma das minhas tattoos favoritas).

Tatuagem personalizada da Pati Costa

 

E aí, gostou de conhecer melhor nossa artista? Se quiser continuar acompanhando a Pati, segue ela lá no Instagram.

Conheça também nossos outros artistas:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *